Entenda Como Cobrar os Clientes e Evite Constrangimentos

Está acontecendo de novo. O cliente decidiu pagar por seus serviços ou produtos de maneira parcelada. Mas quando chega o dia do vencimento da conta, nada. Nessa hora, surge a dúvida para muitos donos de negócios: como cobrar os clientes?

Por se tratar de uma situação que pode ser desconfortável para ambas as partes, muitas vezes o credor se sente acuado em realizar a cobrança. Principalmente quando se trata de negócios pequenos, onde o próprio dono muitas vezes realiza esse serviço.

Mas existem maneiras de se preparar e controlar a maneira que esse contato é dirigido, tornando a experiência o menos desagradável possível.

Como cobrar os clientes sem perder os negócios

Antes de sair por aí cobrando todos os clientes com contas vencidas, é importante levar em consideração alguns fatores para evitar transtornos.

Primeiro, tenha em mente que dívidas vencidas há pouco tempo podem não ser as melhores para serem cobradas. Isso porque é entendido como uma deriva social um pequeno prazo extra para o pagamento além do estimado na hora da compra.

Por isso, não esperar tempo suficiente após o vencimento de uma conta para realizar a cobrança pode gerar irritação no cliente. Na pior das hipóteses, ele pode não fazer mais negócios com a empresa.

É, então, uma boa ideia definir um prazo para que as cobranças sejam feitas. Geralmente, esse prazo é de 15 ou 20 dias após a data original do vencimento. Depois desse período, não há mais motivos para que o cliente se sinta frustrado com a ligação.

Outra coisa que pode auxiliar nessa hora é a construção de contratos simples e claros, que devem ser entregues ao cliente no momento da compra.

Esses contratos devem funcionar mais como parâmetros de pagamento a serem seguidos do que medidas legais definidas por um advogado.

O que isso quer dizer é que fatores como as datas de pagamento, prazos extras após o vencimento e políticas de tolerância a inadimplência devem ser escritos de maneira fácil de se entender, para que o cliente não tenha dúvidas.

Essas são medidas que você pode tomar antes mesmo de entrar em contato com os devedores.

Entendendo os clientes

Para que o cliente se sinta o mais confortável possível, é importante que o cobrador tenha alguns pontos em mente.

  • Compaixão. Lembre-se de que ninguém se torna devedor por vontade. Cada pessoa passa por circunstâncias que só são conhecidas por ela. Antes de ser rude, se coloque no lugar do outro.
  • Ser compreensivo. Se o cliente diz que vai pagar na próxima semana, não insista para que a conta seja quitada no mesmo dia. Isso gera um confronto, e deve ser evitado.
  • Falar de maneira clara. É uma cobrança. O devedor sabe que está sendo cobrado. Tornar o processo o mais rápido e eficiente possível pode evitar constrangimentos.
  • Ter paciência. Se um cliente foi cobrado hoje, não deve ser cobrado de novo amanhã. Tenha outro prazo definido para realizar cobranças repetidas, para que o devedor não se sinta incomodado.

Maneiras de cobrar os clientes

Depois que você selecionou os clientes a serem cobrados de acordo com os critérios definidos por seu negócio, é a hora de entrar em contato. Nesse momento, a forma de contatar o devedor pode fazer diferença no processo.

A ligação telefônica é ainda o meio mais comum de se realizar as cobranças. Através da ligação, fatores como o tom de voz são importantes. É o conhecido “jeito de falar”.

Ao contrário do que acontece em outro método que tem se tornado cada vez mais comum nessa hora – o uso de chats. Seja pelo celular ou por computadores, os chats permitem uma conversa menos direta, o que pode torna-la mais fácil.

No entanto, por se tratar de uma conversa escrita, coisas como os nuances vocais não aparecem. É, então, muito mais fácil passar a sensação de estar sendo rude ou insensível.

Dessa forma, a maneira de se comunicar deve ser adaptada ao meio que está sendo usado, que deve ser escolhido de acordo com a conveniência para ambas as partes.

Conclusão

Todos nós já passamos pela experiência de sermos devedores em algum momento da vida. Sejam elas grandes ou pequenas, as dívidas são sempre pesos difíceis de serem carregados.

Quando a situação se inverte, e passamos a ser credores, é importante que nos coloquemos na posição do outro para entendermos melhor sua situação.

É verdade que dívidas devem ser cobradas. E entender como cobrar os clientes é essencial para o andamento saudável dos negócios. A compreensão é a palavra chave para garantir um bom relacionamento da empresa com aquele que está sendo cobrado.

Compartilhe:

Mais Publicações

Estratégias de Precificação 

Na indústria da estética e saúde, a precificação pode ser uma parte crucial da estratégia de negócios. Nesse post você encontrará algumas estratégias comuns de

Otimização de custos na estética 

A otimização de custos na área da estética é crucial para garantir a rentabilidade do negócio e a satisfação dos clientes, portanto, algumas atitudes podem

Não sabe por onde começar a organizar sua empresa e sente que está perdendo dinheiro?

Quer ter Sucesso e Ganhar Dinheiro na Estética?