Como montar minha clínica de estética

O mercado de estética é um dos mais promissores no Brasil, crescendo 567% nos últimos 5 anos, com mais de 480 mil profissionais. Nisso, movimentou R$ 47,5 bilhões em 2018. Dessa forma, é natural que seja atraente entrar na área de estética.

No entanto, quais serão os custos iniciais com cosméticos para entrar nessa área? Afinal, antes de entrar nesse mercado lucrativo, é necessário estar pronto para os empecilhos iniciais do negócio.

E o que é essencial para o negócio? Prossiga com a leitura do artigo e descubra isso e muito mais sobre o investimento em cosméticos na estética!

Entendendo os cosméticos essenciais para iniciar na área de estética

Segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC), o Brasil é o terceiro maior mercado de estética mundial. Isso é resultado de um cenário carregado de profissionais – e que ainda está aberto para mais!

No entanto, esse mesmo mercado pede por preparo do esteticista, o que significa ele ter ao menos os cosméticos básicos para o negócio. Dito isso, o investimento inicial passa por quatro pontos: imobiliário e vestimenta, aparelhos e produtos de estética.

Mobiliário e vestimenta básica

Aqui não é necessário tanta atenção, mas é importante montar algo visualmente bonito para o cliente. O mobiliário envolve basicamente macas ajustáveis e leves, um banco ou banqueta, descartáveis e carrinhos auxiliares.

O último pode ser excluído para não pesar mais no seu orçamento, mas é importante para tornar prático a atividade estética. Quanto a vestimenta, basta apenas um jaleco branco limpo, que tanto faz ser usado ou novo.

No geral, nenhum produto necessita ser novo, mas caso caiba no orçamento, vale a pena comprar em uma loja.

Aparelhos e produtos de estética

Começando pelos produtos, é importante ter um creme corporal em pouca quantidade, principalmente se tiver orçamento baixo. Somado a isso, há também óleos para pele, termoativados e crioterápicos para começar protocolos corporais.

Inclusive, o crioterápico atua no combate à celulite e redução da gordura localizada, indo além do tratamento facial.

Já quanto aos aparelhos, o básico é o kit facial, que pode ser mais de um para diferentes peles, e a máscara térmica. Em alguns casos, é comum o uso de vapor de ozônio, um aparelho mais caro.

Continuando em limpeza de pele, há também Alta Frequência, técnica que utiliza de eletrodos de vidro para gerar efeitos vasodilatadores, hiperemiantes, antissépticos e sedativos. Por fim, há o aparelho de Vacuoterapia, utilizado para extração e peelings.

Outros aparelhos já assumem diferentes tratamentos, com os mais comuns sendo:

  • Aparelho de luz pulsada para depilação;
  • Aparelho de peeling de diamante ou de cristal para microdermoabrasão;
  • Aparelho de corrente russa e/ou de radiofrequência para flacidez muscular relacionada à tissular;
  • Entre outros para tratamento da celulite.

Como definir os aparelhos para a clínica de estética?

Inicialmente, pode nem sequer ser necessário a compra de aparelhos, com o tratamento ocorrendo basicamente à mão. No entanto, com orçamento mais elevado, os aparelhos aprimoram os tratamentos.

E como definir eles? Definindo seu público-alvo e, consequentemente, os tratamentos que vai oferecer. Na área de estética, é comum começar com a limpeza de pele, pois possui os materiais mais baratos do mercado.

No entanto, cabe a você definir sua área de atuação e ter um orçamento para custear ela da melhor forma.

Então, quanto vou comprar de cosméticos para iniciar na área de estética?

Se for contar apenas com o básico, iniciando a carreira com limpeza de pele, os principais produtos são:

  • Maca portátil, podendo ser usada (cerca de R$ 400);
  • Jaleco usado, entre R$ 70 e R$ 80;
  • Kit facial (cerca de R$ 300) e máscara térmica (cerca de R$ 50);
  • Creme corporal (cerca de R$ 70);
  • Descartáveis possuem valor variável, mas é importante tentar encaixar num orçamento de R$ 100.

Lidando apenas com o básico, o investimento chega a R$ 1000. No entanto, pode chegar a R$ 1600 com: maca nova, jaleco novo (ou mais de um), mais de um kit facial, óleos para pele, termoativados e crioterápicos.

Já os aparelhos são um custo a parte, podendo chegar a R$ 1600 num vapor de ozônio e Alta Frequência, por exemplo. O valor aqui varia conforme sua atuação na área da estética, o que pede por diferentes aparelhos.

Compartilhe:

Mais Publicações

Estratégias de Precificação 

Na indústria da estética e saúde, a precificação pode ser uma parte crucial da estratégia de negócios. Nesse post você encontrará algumas estratégias comuns de

Otimização de custos na estética 

A otimização de custos na área da estética é crucial para garantir a rentabilidade do negócio e a satisfação dos clientes, portanto, algumas atitudes podem

Não sabe por onde começar a organizar sua empresa e sente que está perdendo dinheiro?

Quer ter Sucesso e Ganhar Dinheiro na Estética?