Categorias
Negócios

Como montar minha clínica de estética

O mercado de estética é um dos mais promissores no Brasil, crescendo 567% nos últimos 5 anos, com mais de 480 mil profissionais. Nisso, movimentou R$ 47,5 bilhões em 2018. Dessa forma, é natural que seja atraente entrar na área de estética.

No entanto, quais serão os custos iniciais com cosméticos para entrar nessa área? Afinal, antes de entrar nesse mercado lucrativo, é necessário estar pronto para os empecilhos iniciais do negócio.

E o que é essencial para o negócio? Prossiga com a leitura do artigo e descubra isso e muito mais sobre o investimento em cosméticos na estética!

Entendendo os cosméticos essenciais para iniciar na área de estética

Segundo dados da Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos (ABIHPEC), o Brasil é o terceiro maior mercado de estética mundial. Isso é resultado de um cenário carregado de profissionais – e que ainda está aberto para mais!

No entanto, esse mesmo mercado pede por preparo do esteticista, o que significa ele ter ao menos os cosméticos básicos para o negócio. Dito isso, o investimento inicial passa por quatro pontos: imobiliário e vestimenta, aparelhos e produtos de estética.

Mobiliário e vestimenta básica

Aqui não é necessário tanta atenção, mas é importante montar algo visualmente bonito para o cliente. O mobiliário envolve basicamente macas ajustáveis e leves, um banco ou banqueta, descartáveis e carrinhos auxiliares.

O último pode ser excluído para não pesar mais no seu orçamento, mas é importante para tornar prático a atividade estética. Quanto a vestimenta, basta apenas um jaleco branco limpo, que tanto faz ser usado ou novo.

No geral, nenhum produto necessita ser novo, mas caso caiba no orçamento, vale a pena comprar em uma loja.

Aparelhos e produtos de estética

Começando pelos produtos, é importante ter um creme corporal em pouca quantidade, principalmente se tiver orçamento baixo. Somado a isso, há também óleos para pele, termoativados e crioterápicos para começar protocolos corporais.

Inclusive, o crioterápico atua no combate à celulite e redução da gordura localizada, indo além do tratamento facial.

Já quanto aos aparelhos, o básico é o kit facial, que pode ser mais de um para diferentes peles, e a máscara térmica. Em alguns casos, é comum o uso de vapor de ozônio, um aparelho mais caro.

Continuando em limpeza de pele, há também Alta Frequência, técnica que utiliza de eletrodos de vidro para gerar efeitos vasodilatadores, hiperemiantes, antissépticos e sedativos. Por fim, há o aparelho de Vacuoterapia, utilizado para extração e peelings.

Outros aparelhos já assumem diferentes tratamentos, com os mais comuns sendo:

  • Aparelho de luz pulsada para depilação;
  • Aparelho de peeling de diamante ou de cristal para microdermoabrasão;
  • Aparelho de corrente russa e/ou de radiofrequência para flacidez muscular relacionada à tissular;
  • Entre outros para tratamento da celulite.

Como definir os aparelhos para a clínica de estética?

Inicialmente, pode nem sequer ser necessário a compra de aparelhos, com o tratamento ocorrendo basicamente à mão. No entanto, com orçamento mais elevado, os aparelhos aprimoram os tratamentos.

E como definir eles? Definindo seu público-alvo e, consequentemente, os tratamentos que vai oferecer. Na área de estética, é comum começar com a limpeza de pele, pois possui os materiais mais baratos do mercado.

No entanto, cabe a você definir sua área de atuação e ter um orçamento para custear ela da melhor forma.

Então, quanto vou comprar de cosméticos para iniciar na área de estética?

Se for contar apenas com o básico, iniciando a carreira com limpeza de pele, os principais produtos são:

  • Maca portátil, podendo ser usada (cerca de R$ 400);
  • Jaleco usado, entre R$ 70 e R$ 80;
  • Kit facial (cerca de R$ 300) e máscara térmica (cerca de R$ 50);
  • Creme corporal (cerca de R$ 70);
  • Descartáveis possuem valor variável, mas é importante tentar encaixar num orçamento de R$ 100.

Lidando apenas com o básico, o investimento chega a R$ 1000. No entanto, pode chegar a R$ 1600 com: maca nova, jaleco novo (ou mais de um), mais de um kit facial, óleos para pele, termoativados e crioterápicos.

Já os aparelhos são um custo a parte, podendo chegar a R$ 1600 num vapor de ozônio e Alta Frequência, por exemplo. O valor aqui varia conforme sua atuação na área da estética, o que pede por diferentes aparelhos.

Categorias
Negócios

Como Fazer Ofertas em Datas Especiais e Atrair Mais Clientes

Os feriados e datas comemorativas costumam trazer grandes lucros para os negócios. E não é para menos. Com diversas promoções e eventos, as empresas atraem muitos clientes. Mas como fazer ofertas em datas especiais e não ter prejuízo?

Afinal, todas essas ofertas não surgem do nada. Elas precisam ser muito bem pensadas e planejadas para que se encaixem dentro do orçamento da empresa.

Muitas vezes, o que define o sucesso ou não das promoções é a quantidade de público que elas conseguem atrair. Para aumentar suas chances de ter bons resultados com esses eventos, confira estratégias que vão ajudar nesse processo.

Dicas para fazer ofertas em datas especiais

Antes de falarmos sobre as promoções em datas comemorativas, é importante que se entenda que nem todas essas datas podem ser adequadas para determinados negócios.

Por exemplo, um pet shop pode ter dificuldades em fazer um evento no dia mundial da liberdade de imprensa. Da mesma maneira, uma empresa de charutos não vai fazer promoções no dia mundial sem tabaco, ou então no dia das crianças.

Esses casos acabam não acontecendo muito, já que a maioria das datas comemorativas podem ser transformadas em boas estratégias de marketing com um pouco de criatividade.

As limitações vão ocorrer, principalmente, de acordo com o serviço prestado e o mercado da empresa. Ainda sim, é um fator que deve sempre ser levado em consideração.

Com isso em mente, é a hora de pensar em como realizar o evento e nas ofertas em si. Confira algumas dicas para ajudar nessa hora:

1 – Entenda a data

Para que as promoções tenham sucesso, elas precisam ter coerência com a data especial em si. Então, um pouco de pesquisa pode garantir que tudo permaneça dentro do tema e evitar possíveis constrangimentos.

2 – Tenha um tema em mente

É importante planejar as ofertas de acordo com o tema da data especial. Isso atrai os clientes, que sentem como se adquirir seu produto fosse uma maneira de comemorar aquele dia.

Um exemplo seria fazer ofertas em par no dia dos namorados, tal como um desconto na segunda unidade de um produto ou serviço.

Ou, então, no dia das mulheres, quando pode ser uma boa ideia dar descontos exclusivos para o público feminino.

3 – Divulgue

As pessoas só vão saber que seu negócio está com novas ofertas se você fizer um esforço para que essa informação chegue até elas.

Não é difícil definir uma estratégia de marketing nessa hora. Basta seguir, novamente, o tema do dia escolhido. As informações sobre as promoções em si podem ser bastante específicas ou não, para que o cliente tenha que ir até o local descobrir.

4 – Planeje seu orçamento

O que pode não ser tão óbvio quando se pensa em como fazer ofertas em datas especiais, é que é necessário um investimento antes de ter algum retorno.

Esse investimento inclui a divulgação, possível compra de enfeites comemorativos, comidas e bebidas e afins. Além disso, o planejamento das promoções pode ser feito por um contador profissional, que também cobrará por seu serviço.

E o investimento é só o começo. As ofertas significam uma menor margem de lucro por cada produto ou serviço.

Assim, é importante saber se o lucro gerado pelo evento será maior do que os gastos causados por ele. Isso pode ser feito com uma estimativa de vendas.

5 – Defina como as promoções serão oferecidas

Existem diversas maneiras de se oferecer uma promoção aos clientes. Desde o famoso 2 por 1 até vouchers eletrônicos, conheça algumas das principais opções escolhidas por negócios modernos:

  • Ofereça um cupom.

Eles podem ser eletrônicos, enviados por e-mail ou mensagens, ou os famosos papéis, que podem ser entregues em dias prévios.

  • Faça parcerias com outros negócios.

Essa é uma estratégia que pode beneficiar ambos os envolvidos.

Sua natureza exata deve ser combinada, mas, normalmente, envolve coisas como a compra em um lugar oferecer descontos em serviços do outro, e vice-versa.

  • Realize sorteios.

Algumas vezes, oferecer sorteios além dos descontos pode ser uma boa ideia. Com eles, você pode até mesmo diminuir cortes de preço.

Isso porque é possível definir um valor a ser gasto para que o cliente possa participar do sorteio, o que o influencia a comprar mais.

Essa é uma das principais estratégias quando se trata de como fazer ofertas em datas especiais.

Categorias
Gestão Financeira Negócios

Descubra Como Calcular o Preço do Seu Serviço

Um dos fatores mais importantes de se trabalhar por conta própria é saber como calcular o preço do seu serviço. Um bom preço garante que você possa se sustentar, ao mesmo tempo atrai clientes por ser competitivo.

Mas essa é uma linha tênue que pode ser complexa, principalmente para quem está começando agora. Se o valor cobrado for muito alto, os clientes podem procurar outra alternativa mais barata.

Se for muito baixo, no entanto, você pode não conseguir pagar as contas no fim do mês. Por isso, é importante entender como funciona o processo de definição de preço de serviços e produtos.

Como calcular o preço do seu serviço – valorizando o próprio trabalho

Antes de partir para os pontos mais técnicos, é bom que fique claro logo de início: nada é mais importante do que você mesmo valorizar o próprio trabalho.

Em um mundo a cada dia mais competitivo, é mais e mais comum encontrar profissionais que se auto depreciam com o objetivo de conseguir mais ocupações.

O que acontece, então, é que o trabalhador fica sobrecarregado com muitos serviços que não trazem renda suficiente. Isso, além de ser esgotante, ainda faz com que simplesmente não haja dinheiro o bastante no fim do mês.

Também, quando se trabalha por um preço baixo durante muito tempo, pode ser difícil aumenta-los para um patamar justo.

Isso porque os clientes podem ter uma noção distorcida do real valor do serviço, e se recusam, então, a pagar mais do que já estão acostumados.

Portanto, não tenha medo de cobrar um valor correspondente à qualidade do seu trabalho.

Estratégias para o cálculo de preços

Agora que você já sabe valorizar o próprio serviço, existem maneiras de fazer com que esse cálculo seja o mais adequado possível para todas as partes. Aqui estão 4 delas:

1 – Conheça o mercado

O valor que você vai cobrar do seu cliente vai variar de acordo com diversos fatores. Entre eles sua experiência, qualificação, localização e a demanda na área por seu serviço.

Dedicar um pouco de tempo pesquisando o mercado local pode ajudar a pelo menos ter uma base do preço adequado.

2 – Analise a competição

Se você sabe de outros profissionais oferecem o mesmo serviço que você, ou pelo menos trabalham na mesma área, é uma boa ideia descobrir o preço que eles estão cobrando.

Isso auxilia você a estimar o preço que vai cobrar, para que não fique muito acima ou abaixo da competição.

3 – Por hora ou por serviço?

Essa é uma dúvida que surge principalmente para quem decide trabalhar como freelancer. Para definir qual a melhor opção, é preciso que primeiro se entenda o mercado que você se inclui.

Isso porque alguns são mais adequados para a cobrança por hora, e outros para a cobrança por projeto.

É importante considerar que definir um valor por serviço traz mais flexibilidade ao trabalhador. Já um valor por hora assegura que você nunca vai ganhar mais do que o estimado, independentemente do quanto trabalhar em uma hora.

Assim, considerar o tipo de serviço sendo prestado e quanto tempo você vai demorar para realiza-lo são passos essenciais para decidir a maneira de se cobrar.

4 – Considere seu cliente

Não há problema nenhum em definir um preço depois de conhecer o cliente. Diversos fatores nessa fase do negócio podem influenciar o valor que você vai cobrar.

Por exemplo, seu cliente pode ser extremamente exigente e complicado. Nesse caso, você pode optar por cobrar um preço maior do que o que normalmente cobraria.

Ou então, pode se tratar de algum familiar, ou alguém que você goste de trabalhar com. Ou ainda, talvez seja um serviço ou produto que te agrade bastante. Nessas ocasiões, também não há problemas em se cobrar uma taxa um pouco menor.

Tudo se trata de examinar a influência que o cliente vai ter na dificuldade e no tempo levado para completar o projeto. Levando esses fatores em consideração, eles podem te ajudar a entender como calcular o preço do seu serviço, ao invés de dificultar.

Categorias
Negócios

Como bonificar seu cliente?

Para um negócio na área da estética, a fidelidade é essencial e a maior força para se tornar sustentável. Dessa forma, o dono de um negócio deve não só se preocupar com a conquista do cliente, mas com sua permanência.

Para isso, uma das estratégias mais comuns é promover bonificações ao cliente, de forma que ele se sinta especial para a clínica de estética. Nisso, ações envolvendo descontos e brindes são os métodos mais comuns.

No entanto, há mais por fazer para conquistar o cliente de vez? Prossiga com a leitura e veja como bonificar seu cliente!

Como bonificar seu cliente e fidelizá-lo de vez?

A fidelização de um cliente é um processo longo e que envolve muitas conversações entre ele e a clínica. No geral, tudo começa por você conhecer bem o cliente, entender suas necessidades e suprir suas demandas.

Depois, você deve oferecer um espaço de bem-estar para ele, onde se sinta acolhido e tranquilo, com poucas preocupações. Nessa parte, é comum que se ofereça tratamentos personalizados para ele.

Por fim, você deve ouvir seu feedback e aprimorar os serviços já prestados – e quem sabe, criar algo. Durante esse processo, o canal de comunicação tem que ser aberto, de forma que o cliente se mantenha antenado com a clínica de estética.

No entanto, apenas isso é o suficiente para ele se tornar fiel ao negócio? Não, é importante que você também bonifique o cliente – e aqui vão algumas formas de você fazer isso e solidificar essa relação!

Criar um programa de acúmulo de pontos

O programa de acúmulo de pontos é um sistema de bonificação bastante simples de implementar na clínica. Seu funcionamento é básico: é estabelecido um número de pontos para cada tratamento, com certo acúmulo de pontos resultando em um prêmio.

Esse prêmio pode se tornar um brinde da clínica, um desconto especial ou o abatimento de valor em tratamentos posteriores.

Dar um cartão de fidelidade

O uso de cartão de fidelidade já é uma prática recorrente nos mais diversos tipos de negócios estéticos, podendo ser feito de diversas maneiras. No entanto, funciona de maneira simples: é entregue para o cliente um cartão, que é carimbado a cada visita.

Se ele for à clínica e realizar procedimentos 10 vezes, por exemplo, pode ganhar um procedimento especial ou mesmo garantir um desconto. Isso é permitido por controle de cada cliente numa planilha ou software.

Assim, você sabe se ele realizou procedimentos 10 vezes – e ainda garante a fidelização de um cliente.

Permitir benefícios por indicação

Se você busca não só a fidelização do cliente, mas também a captação de novos em potencial, benefícios por indicação é a estratégia certa. Por meio de benefícios atraentes ao cliente, mas nada muito custoso à clínica, ele indica pessoas próximas para você.

Isso também é bem simples de aplicar, geralmente com os benefícios atraentes sendo descontos ou brindes (kits, por exemplo). Assim, ele indicaria amigos, parentes e outras figuras próximas para a clínica de estética.

No entanto, nada de descontos ou brindes exorbitantes – foque em propor algo suficiente para o cliente, mas sem custos muitos altos para a clínica.

Usar de datas comemorativas

Datas comemorativas sempre foram chances perfeitas de propor brindes e descontos, principalmente no Natal e na Páscoa. Descontos são comuns, mas é interessante também trazer brindes que lembrem a data, como ovos de chocolate, enfeites e panetone.

Aniversário

Tem data mais comemorativa do que o aniversário do cliente? Prestigiar ele nessa data é uma forma incisiva de cativar o cliente e mostrar o quanto ele é importante para a clínica. Essa importância pode ser mostrada em descontos ou mesmo gratuidade!

Propor combos promocionais

Sabe os procedimentos e produtos que mais se destacam na sua clínica de estética? Que tal combiná-los em um só combo promocional? Essa é uma ideia interessante para bonificar o cliente por meio de um desconto geral em procedimentos populares.

Além disso, você poderia usar disso para popularizar um tratamento menos praticado, agrupando-o com outros populares. No entanto, planeje bem essa ação promocional, de forma que não pese muito no orçamento da clínica.

Categorias
Negócios

Dicas para um profissional iniciante atrair clientes na estética

O mercado de estética é um dos mais atrativos, isso porque, é um ramo em constante expansão. Confira a seguir dicas para quem está iniciando na área e deseja atrair mais clientes!

O mercado de estética é um dos únicos que têm mantido a expansão constante, mesmo em tempos de crise econômica (como ocorre nos últimos anos).

De acordo com o Sebrae, este setor tem sido marcado por um aumento significativo de estabelecimentos que prestam serviços desta natureza, assim como estima-se que até no final deste ano (2019) haja um crescimento maior de 10% no faturamento para esse setor.

Outra pesquisa (realizada pela Associação Brasileira da Indústria de Higiene Pessoal, Perfumaria e Cosméticos) aponta que o Brasil está entre os três países que mais consomem produtos e serviços ligados a estética.

Aliado isso, tem-se que serviços desta natureza diminuíram muito de preço, o que os tornou mais acessíveis para toda a população.

Todo esse cenário faz com que o ramo da estética esteja entre os mais desejados. Você quer seguir carreira nesta área? Confira a seguir dicas práticas (e úteis) para quem está começando neste ramo e deseja atrair novos clientes.

Dicas para atrair novos clientes na estética

A seguir são tragas as dicas essenciais para que novos profissionais de estética encontrem seu mercado:

Ame sua profissão

Escolha seguir esse ramo somente se você gostar dele, não somente pelo que ele pode proporcionar, principalmente em termos financeiros. Quando você faz o que realmente gosta, é inevitável ser bom e isso conquistará muitos clientes ao longo de sua carreira.

Além de que, se aperfeiçoar constantemente em algo que gosta, não será tarefa tão difícil.

Invista em sua formação

Por conta do seu sucesso e do aumento de pesquisas sobre estética, este ramo está sempre inovando.

Desta forma, o tempo todo surgem novos procedimentos e técnicas, e você precisa estar atento a essas mudanças.

Uma boa dica é investir em sua formação, participe de eventos, congressos, feiras e faça novos cursos para aprimorar seus conhecimentos e aprender novas técnicas.

Outra dica é investir em aparelhos estéticos que utilizem da tecnologia de forma positiva e que tragam mais benefícios para seus clientes.

Atenção para as feiras de estética

Quando vamos a uma feira de estética, temos a incrível vontade de comprar diversos recursos (e outras novidades) que podem nos ajudar em nosso trabalho. Afinal, que profissional não gostaria de estar sempre atualizada?

Mas você já se perguntou se a sua estratégia comporta novos tratamentos ou se os produtos são realmente necessários para o momento atual da sua clínica?

Antes de considerar comprar um novo produto, verifique se você pode ofertar algum tratamento similar com os produtos que você tem estocado em sua cabine de estética. Talvez, você já possua os recursos necessários e o investimento não seja necessário no momento.

Como profissionais, nós temos que priorizar os resultados de nossas clientes. Lembre-se que nossas clientes estão a procura de qualidade e resultado, não apenas de novidades. Desta forma, você conseguirá maximizar seu resultado financeiro em um rápido período.

Invista em Marketing

Pode parecer clichê, mas a propaganda é realmente a alma do negócio e você deve investir (de acordo com suas possibilidades) em marketing.

Lembra daquele ditado de “quem não é visto não é lembrado”? Isso acontece muito no mundo dos negócios, afinal as pessoas precisam te conhecer para que te procurem.

Observe na sua região quais são os tipos de propaganda que mais funcionam e a partir de então invista nelas. Por exemplo, em algumas regiões o hábito de ouvir rádio é muito comum, já em outras, as pessoas preferem ler jornais.

Use as redes sociais a seu favor

Também relacionada ao marketing da empresa, as redes sociais são hoje uma das melhores formas de conseguir seu lugar no mercado.

Ao precisar de algum serviço, qual é a sua primeira reação? Provavelmente é pesquisar na internet, não é mesmo?

A maioria das pessoas procura na internet antes de adquirirem um produto ou contratar algum serviço e, as redes sociais ajudaram as pessoas a te encontrarem. Além de que, as redes sociais fazem cada vez mais parte do cotidiano das pessoas e por consequência as influenciam.

Uma boa dica neste sentido (e principalmente para o ramo da estética) é colocar fotos e vídeos do antes e depois, pois geralmente causam um bom impacto nos visitantes.

Avalie também a possibilidade de contratar propagandas pagas nas redes sociais para aumentar o alcance da sua página.

Seja excelente para suas clientes

Todo serviço que fizer, faça da melhor forma que conseguir.

Isso irá aumentar de forma significativa a quantidade de clientes, pois as pessoas indicam uma as outras profissionais de qualidade.

Além disso, ter excelência é a melhor forma de fidelizar os clientes já existentes e fazer com que eles retornem mais vezes.

Dicas úteis para ser excelente no ramo da estética: tenha um espaço agradável, traga novidades e trate-os clientes com carinho.

Ofereça promoções

As promoções também são uma das principais formas de atrair novos clientes na estética, pois chamam a atenção dos clientes para os serviços.

Procure fazer pacotes promocionais para quem fizer diversos procedimentos, crie um cartão de pontos ou em datas especiais abaixe o preço de alguns procedimentos.

Mas é importante que as promoções não diminuam a qualidade do serviço em nenhuma hipótese, faça-as dentro das suas possibilidades e não exagere.

Contudo, com essas dicas você irá atrair muitos clientes na estética e seus ganhos aumentarão com o tempo. Mas não se esqueça de sempre investir no seu negócio e nunca deixar de atrair novos clientes.

Por fim, cabe lembrar que os primeiros meses podem ser difíceis e, que neste período você não pode desistir. Para quem não tem dinheiro para montar uma clínica, a dica é procurar clínicas que já estejam em funcionamento e tente alugar uma sala.

Categorias
Negócios

Quais são as áreas da esteticista que dão mais dinheiro?

Saiba quais especialidades estão em alta e podem fazer seus lucros crescerem

Conforme o mercado de estética se expande, crescem também as áreas de atuação das esteticistas e os tratamentos e produtos comercializados.

Trata-se de uma seara enorme que pode ser explorada pelos profissionais da estética que pretendem expandir sua cartela de tratamentos oferecidos.

Saiba abaixo quais são as áreas mais rentáveis da estética e quais são os tratamentos mais procurados pelos clientes.

Melhores áreas da estética

Entre as múltiplas áreas abrangidas pela estética atualmente, podemos observar que são três as mais populares e com maior número de tratamentos:

  1. Estética corporal: aqui estão os tratamentos de definição e modelamento do corpo, como os de combate à flacidez e à celulite;
  2. Estética facial: compõem este segmento os tratamentos para acne e para alívio de rugas e marcas de expressão, por exemplo;
  3. Estética capilar: aqui estão os tratamentos para tornar os cabelos mais bonitos, saudáveis e também para combater a queda capilar.

Os tratamentos mais procurados e rentáveis

Ter tratamentos caros em sua cartela de opções não significa ter maior lucro, visto que eles podem não ser atrativos para seus clientes. Afinal, poucas pessoas podem ou se propõem a pagar por tratamentos muito caros.

Por isso, optamos por listar os tratamentos mais procurados e que, por isso, acarretam alta procura pelos seus serviços de estética e boa margem de lucro.

Limpeza de pele

Trata-se do primeiro exemplo que nos vem à cabeça quando pensamos nos tratamentos oferecidos por uma esteticista, certo? A limpeza de pele atrai muitos clientes, os quais podem, inclusive, se interessar por outros procedimentos após esse primeiro contato.

A limpeza de pele retira as impurezas, deixa a pele com aparência mais saudável e atua no combate e prevenção de cravos e espinhas.

É fundamental que a esteticista esteja sempre se aprimorando em relação às técnicas disponíveis no mercado e busque adquirir produtos de muita qualidade e que contemplem os variados tipos de pele.

Em geral, uma esteticista cobra entre R$60 e R$120 por limpeza de pele, dependendo do local em que vive.

Peeling químico

Ao contrário da limpeza de pele, que é um procedimento suave, o peeling é caracterizado pelo uso de substâncias ácidas para remover a camada de pele morta e acelerar o processo de renovação celular.

O peeling é muito eficiente no tratamento de acnes mais severas, cicatrizes de acnes, manchas causadas por exposição ao sol, rugas e linhas de expressão.

Dependendo dos produtos que a esteticista utilizar e do procedimento que aplicar, o peeling será mais ou menos agressivo. Quanto menos agressivo e quanto melhor os resultados gerados, mais satisfeito estará o cliente.

Por isso, é preciso investir em bons produtos e especializar-se em técnicas eficientes e mais suaves.

O preço de uma sessão de peeling varia muito, tanto em relação ao tipo de peeling quanto em relação à localidade do país em que fica o espaço da profissional. No geral, uma sessão simples de peeling químico custa entre R$150 e R$300,00, e cada sessão de peeling que atinja áreas mais profundas da pele saem a partir de R$600,00.

Massagem modeladora

Este tratamento é muito procurado por quem deseja reduzir medidas e combater a celulite.

Trata-se de um procedimento simples e nada invasivo: com o objetivo de aumentar o fluxo sanguíneo de determinadas regiões do corpo, a esteticista faz uma massagem intensa, com movimentos mais vigorosos do que os da drenagem linfática, em áreas com maior acúmulo de gordura.

Uma sessão de massagem modeladora costuma entre entre R$50 e R$100, mas isso pode variar bastante.

Drenagem linfática

A drenagem linfática é uma espécie de massagem que visa melhorar o funcionamento do sistema linfático. Trata-se de um tratamento muito procurado por quem sofre com retenção de líquidos.

Além de possibilitar a redução de medidas, a drenagem linfática promove melhor oxigenação das células e tecidos, redução do estresse, fortalecimento do sistema imunológico, aceleração do metabolismo e desintoxicação do organismo.

Os bons resultados das sessões estão associados à frequência com que são realizados. Cada sessão costuma custar entre R$40 e R$120.

Depilação a laser

Oferecer procedimentos de depilação é muito eficiente para construir um leque de clientes habituais, aqueles que frequentam frequentemente seu espaço.

Há quem prefira métodos tradicionais, como a depilação com cera, então você pode optar por manter esse procedimento. No entanto, oferecer a depilação a laser é um passo importante para modernizar os tratamentos oferecidos em seu espaço.

A depilação a laser proporciona resultados mais duradouros e aparência mais suave das regiões em que é aplicada.

Há diversos métodos de depilação a laser, e é fundamental pesquisar sobre cada uma delas, para evitar as que não atuam em profundidade suficiente e as que deixam manchas, por exemplo.

Você certamente percebeu que é possível ter uma cartela lucrativa de tratamentos sem ter de investir em equipamentos, os quais exigem uma disposição maior de investimento.

Conforme seu espaço crescer e você fidelizar seus clientes, pode, então, pensar na modernização dos tratamentos que oferece.

De todo modo, a qualidade dos produtos e das técnicas utilizadas pela esteticista é fundamental para o bom resultado dos tratamentos e, consequentemente, para o retorno do cliente.

Categorias
Negócios

Dicas para usar redes sociais para clínicas de estética

O uso das mídias digitais para um marketing mais efetivo já é realidade em todos os segmentos de produtos ou serviços.

Isso porque para conquistar mais clientes você deve buscar mecanismos para ir até onde eles estão, e se existe um lugar onde é possível alcançar mais pessoas por estarem o tempo todo lá, este lugar é a internet.

A área da beleza e estética é uma das que mais crescem em nosso país não só na procura dos cursos de formação nas áreas afins como em procura da população para esse tipo de serviço.

Aprender a usar as redes sociais para clínica de estética é uma tarefa fundamental para colocar o seu empreendimento no topo do mercado.

Como começar a investir nas redes sociais para clínica estética?

Você possui uma clínica estética e não sabe como aumentar o fluxo de clientes com as redes sociais? Não se preocupe, esse artigo trará um guia completo para transformar o seu negócio com marketing digital.

Usar as mídias digitais de forma profissional não é uma tarefa muito simples, e por isso existe um profissional que estuda exatamente como chegar até os clientes de marcas e empresas, é o social media. Quando se deseja começar a investir na área de marketing digital ele é um ótimo profissional para direcionar todos os passos.

No entanto, se você não possui um valor monetário para investir nesse trabalho, não precisa se desesperar. É possível seguir algumas dicas de ouro do marketing digital para que assim seu negócio ganhe mais visibilidade de mercado e em consequência um aumento considerável dos clientes.

Crie as redes sociais da sua marca

O princípio base de tudo é você entender que seu negócio na internet estará separado de sua vida pessoal. Tratá-lo com profissionalismo é o primeiro passo para investir nas redes sociais para a sua clínica estética.

Crie um nome simples e se possível o mesmo nome em todas as redes sociais que você estará presente, pois o cliente precisa ter facilidade para te encontrar no mundo digital.

Hoje a rede social é a maior vitrine de produtos e serviços ainda é o Instagram, seguido do Facebook. É importante focar nessas duas redes sem esquecer de outras como Youtube, blogs, Linkedin, etc.

No perfil profissional do Instagram você pode ter acesso a gráficos de desempenhos de postagens, faixa etária dos seus seguidores e locais em que eles residem, essa é uma ótima ferramenta para começar a buscar formas de trazê-los até a sua clínica.

Cuide do conteúdo

Além de criar as redes sociais é de fundamental importância que o seu conteúdo seja relevante para os seus seguidores e clientes. Pesquise bem antes de criar uma postagem, crie uma programação para a organização de um feed que não seja cansativo para quem o segue.

Existem alguns pontos sobre conteúdo de postagens nas redes sociais de clínicas estéticas a serem respeitados:

  • Fotos de própria autoria ou de seus clientes (com a autorização de imagens)
  • Analise a qualidade das fotos, observe a luz, a nitidez, o enquadramento.
  • Se possível, use poucos filtros de imagens e quando usar não misture para evitar um efeito artificial
  • Pesquise antes de escrever sobre alguma técnica ou procedimento. Seja realista com seus seguidores, pois eles são clientes em potencial.
  • Analise a ortografia, evite erros de português ou muitas gírias que possam dificultar a leitura, e isso inclui uma linguagem técnica sem uma explicação mais simples em seguida.
  • Sempre se faça presente em seminários, cursos de aperfeiçoamento ou congressos de áreas de saúde e beleza, demonstra que sempre você busca mais novidades e inovação para sua clínica.

Crie interação com seu público-alvo

A interação é a chave para se manter sempre no feed dos seguidores em qualquer rede social. Seja um “storie”, um post ou uma foto, se faça presente nas mídias pelo menos uma vez ao dia, na rede social de sua clínica estética. Observe abaixo algumas dicas de interação.

  • Tenha periodicidade nas postagens, crie no seu público um hábito de saber que todas as manhãs, por exemplo, haverá uma nova postagem.
  • Responda os comentários e as mensagens, tire as dúvidas e sempre encerre a conversa com um convite à clínica.
  • Nas postagens, sempre crie perguntas para serem respondidas nos comentários ou estimule a marcação de um amigo ou amiga.
  • Use hashtags que tenham a ver com seu nicho e localidade, não importa ter muitos seguidores, o que importa é transformar todos os seus seguidores em clientes.
  • Crie sorteios ou concursos que podem valer, por exemplo, uma avaliação grátis ou até mesmo um procedimento. Isso causa um estímulo muito grande no público.
  • Peça nos stories, que deixem seu contato caso desejem uma avaliação.
  • Crie sempre enquetes (essa é uma dica de ouro), através de uma enquete você pode analisar se seu público ativo se interessa mais em uma drenagem ou em uma limpeza de pele.

Traga provas de incentivo

Esse é um dos pontos que mais atrai pessoas para seguirem as redes sociais de clínicas estéticas. Ao trazer depoimentos (seja em fotos ou vídeos) de um cliente antes e depois do tratamento, causa um efeito visual que provoca uma identificação e mudança de estado emocional.

A identificação é criada pois o seu seguidor irá se reconhecer naquele antes do paciente, e a mudança de estado emocional será promovida com a ideia de que o seu resultado poderá ser semelhante ao do seu paciente após o tratamento.

Categorias
Negócios

Como começar como esteticista

Confira dicas imperdíveis e se torne profissional desse seguimento que não conhece crise

O boom protagonizado pelo mercado de estética nos últimos anos é indiscutível. Diversos fatores contribuem para que cresça o número de esteticistas, de faculdades que ofereçam o curso de Estética e de workshops de formação e aperfeiçoamento.

Chama a atenção também o fato de esse mercado, voltado para o bem-estar e para a beleza, ser pouco afetado pelos períodos de crise. Em comparação com os cabeleireiros, por exemplo, as esteticistas relatam que o impacto negativo não foi tão sentido durante o auge de nossa recessão.

Se você percebe o potencial sempre crescente do mercado de estética e pretende se tornar uma especialista do ramo, confira as dicas a seguir e já comece conhecendo o chão em que está pisando.

Analise seu perfil e conheça a profissão

Não é porque um mercado está em alta que podemos nos propor a explorá-lo, certo? Nada adianta investir tempo e dinheiro em conhecimentos e, no momento de aplicá-los, descobrir que aquilo não é para você.

Por isso precisamos conhecer nosso perfil. Se você pretende se tornar esteticista, deve saber o que esse profissional faz.

O esteticista pode trabalhar em diversos lugares, como clínicas de estética e hospitais. De modo geral, esse profissional oferece tratamentos corporais, faciais e capilares (massagens, drenagens, tratamentos contra manchas e sinais de envelhecimento, design de sobrancelhas… e a lista pode ser longa!).

Parece óbvio, mas é importantíssimo dizer: esteticista trabalha com gente. Por isso, você precisa gostar desse contato, ter facilidade de estabelecer comunicação e de ouvir.

A interação é fundamental para conquistar e fidelizar clientes. Também é fundamental que você esteja disposta a estudar não apenas sobre beleza e bem-estar, como também sobre saúde, pois há diversos tratamentos estéticos relacionados a tratamentos médicos.

Formação

Há dois tipos de formação em Estética: bacharelado e curso técnico. O primeiro tem duração de quatro anos e o segundo se dá no decorrer de três anos.

O bacharelado é oferecido por faculdades e o curso técnico pode ser encontrado em instituições mais variadas, como institutos, escolas técnicas e até mesmo no Senac.

Há cursos de duração mais curta (18 meses, por exemplo), mas eles não são equivalentes a uma graduação. Então, como escolher?

Depende. Você deve analisar sua disponibilidade de tempo e de dinheiro. Cursos mais longos tendem, evidentemente, a propiciar uma formação mais completa. Quanto mais conhecimento você tiver e quanto mais técnicas dominar, maior número de clientes poderá abranger.

Primeiros passos como esteticista

Vamos ao que mais interessa: como começar de fato na profissão? É preciso lembrar que você pode tanto trabalhar em alguma clínica ou hospital, por exemplo, ou montar seu próprio espaço.

Trabalhar em clínicas já montadas pode ser uma experiência excelente, principalmente no que se refere à experiência que você irá adquirir.

Nossas dicas se destinaram principalmente a quem pretende trabalhar por conta própria, pois essa parece ser a intenção da maior parte das pessoas que se interessa pela área.

Defina o lugar

Uma grande vantagem da área de estética é a possibilidade de trabalhar em espaços pequenos, até mesmo em casa. Se você possui verba para alugar um espaço, estude com atenção as possibilidades de localização, o tamanho do estabelecimento e o público da área em que você pretende trabalhar. E jamais negligencie o seu orçamento, ou seja, tenha cuidado para não se deslumbrar e não alugar um espaço mais caro e maior do que você precisa.

Se sua opção é por trabalhar em casa, comece pensando o espaço de que você dispõe e como poderá separá-lo e organizá-lo para que a movimentação de clientes não interfira na vida doméstica. Isso é particularmente importante se você mora com outras pessoas.

Além do lugar, é preciso pensar no que será necessário comprar, como maca, móveis, equipamentos.

Defina seu público

Mesmo que esteja começando, você não pode se propor a atender todos os públicos e todas as situações.

Por isso, pense que tipo de pessoas deseja abranger (mulheres, homens, jovens, idosos, problemas com acne, problemas com pele oleosa). Isso será fundamental para o próximo passo.

Defina os tratamentos e produtos

Escolher o público possibilita delimitar os tratamentos que você oferecerá e, por extensão, quais produtos deverá ter em seu espaço.

Você não precisa ter uma cartela grande de tratamentos, e sim dominar as opções que oferece e ter produtos de boa qualidade para realizá-las. Além disso, você deve definir se oferecerá tratamentos que exijam equipamentos, o que impacta os custos de abertura do seu espaço.

Defina os preços

Ao tabelar seus preços, tenha em consideração o lugar em que você atende (espaço alugado ou em casa), a realidade social dos moradores do local, os preços cobrados por esteticistas da região e o valor dos produtos.

Conclusão

Todo começo é difícil, mas os resultados de um bom trabalho são colhidos.

Aproveite o universo aberto pela internet e pelas redes sociais para divulgar seu trabalho, os resultados dele e as manifestações positivas de clientes.

Aproveite essas dicas e comece a trilhar seu caminho como esteticista, neste mercado que só tende a crescer.